Ilmar Penna
Marinho Junior e
sua
Inspiração

Após visitar o Castelo de Angers com a minha mulher, Solange Maria,  o que mais me surpreendeu na monumental Tapeçaria do Apocalipse foi ausência da cena de A Besta Enjaulada por Mil Anos. Ela solta nos “quatro cantos da terra” me inspirou a criar uma lenda que permeia a Trilogia policial da busca frenética para recuperar a cena sumida, partindo de Angers, passando por Lucca, Nova Iorque e Brasil. Como escritor tenho a esperança de que a cena da Besta volte a integrar a Tapeçaria. Como cidadão, acredito no alvorecer de um Brasil novo, mais democrático, mais justo, sob os valores da ética e da igualdade de direitos.
Que assim seja…

foto do escritor Ilmar Penna Marinho Junior em Paris

Ilmar Penna Marinho Junior é natural do Rio de Janeiro. Passou a infância e adolescência na Europa, aonde aprendeu a apreciar a cultura francesa. Jornalista, formou-se em Direito pela PUC-Rio e diplomou-se em Master of Comparative Law pela Georgetown University, Washigton. Foi Secretário de Administração no Estado do Rio de Janeiro. Exerceu relevantes funções de confiança na Petrobras. Publicou os livros: Petróleo – Soberania & Desenvolvimento (Bloch, 1970), Petróleo: Política e Poder (José Olímpio, 1989), Águas profundas ou o Petróleo é nosso (Editora Revan, 1998), O Quinto Poder (Razão Cultural, 2000) e A Besta dos Mil Anos (Novo Século, 2010), primeiro livro da Trilogia do Apocalipse. Em 2018, publicará ainda o Livro III da Trilogia do Apocalipse.